Cortar rabo e orelhas de cachorro se tornou crime

A prática de operar o rabo e as orelhas do cachorro apenas por fins de estética, já foi considerado um procedimento bastante comum e era bastante realizado. Saiba quais são as consequências para quem praticar este ato hoje.

Como era relizado o corte de rabo e orelhas

doberman com orelha operada

Em geral, este procedimento era realizado por veterinários a pedido dos donos, porém haviam pessoas que preferiam economizar e realizavam a cirurgia em casa, sem nenhuma preparação e até sem anestesia, o que fazia os filhotes de cachorro sofrerem muito.

Algumas raças de cães específicas, como Doberman, Pit Bull, Rottweiler e Boxer, eram as principais vítimas desta prática, que felizmente hoje, não é mais permitida e tornou-se uma ação criminosa.

Consequências para os veterinários

Cortar o rabo ou a orelha de um cachorro, mesmo que em cirurgias feitas por profissionais, apenas por estética é considerado mutilação animal e caracteriza crime ambiental.

O Conselho Regional de Medicina Veterinária alerta que os profissionais que não acatarem a esta lei e continuarem a fazer este tipo de cirurgia, serão punidos, podendo até mesmo perder a licença para exercer a função.

Consequências para os donos

Já no caso dos donos, também existe uma punição, a lei prevê aos proprietários uma pena de detenção de três meses a um ano, além de uma grande multa.

Se você gostou desta lei que protege os direitos dos animais, compartilhe esta página com os seus amigos!

Seu cachorro faz xixi e cocô em qualquer lugar?

Clique aqui e saiba como acabar com este problema!

CãesNotícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Gestor Animal © 2022 - Todos os direitos reservados