5 Fatores que deixam um cachorro agressivo

Se você tem notado uma diferença no comportamento do seu cachorro e acha que ele está se tornando mais agressivo, acompanhe o conteúdo a seguir e entenda o porquê deste comportamento.

Aqui nessa página, você conhecerá os 5 principais motivos que fazem um cachorro se tornar agressivo e as possíveis formas de solucionar esse problema, compreender os fatores que contribuem para a agressividade muitas vezes pode ajudar no tratamento do cão.

Acompanhe os 5 principais fatores que tornam um cachorro agressivo:

É importante que observe o comportamento do seu cão, quando ele tem reações agressivas significa que algo pode estar o ameaçando e essa é a reação de defesa dele. Um cão pode tomar atitudes como latir incansavelmente ao escutar algum barulho durante a madrugada, avançar em desconhecidos e crianças, tornar-se desobediente ao seu dono, apresentar comportamento suspeito e se tornar possessivo.

#1 Instinto protetor

rottweiler agressivo

Um cão segue seus instintos protetores, sendo assim, todas as vezes em que ele sentir que há uma possível situação de perigo tanto para si quando para sua casa e família, ele fará o necessário para alertar a todos. É fácil visualizar esse instinto em raças de cães de guarda como Pastor-alemão e Rottweiler.

Para tentar inibir essa desconfiança mesmo no mais singelo barulho, procure estar perto do seu cão. A distância manterá o objetivo de alerta canino, logo, mostre que reconhece a preocupação do protetor e que também está na ativa. Assim, seu cão pode se sentir menos preocupado com a tarefa e proporcionar a todos uma noite sem latidos incansáveis e ações preocupantes.

É importante a compreensão que nesse caso seu cão apenas quer ajudar a família, então busque pela calma e não reaja de forma negativa com gritos e ações que não reconheçam a proteção canina.

#2 Falta de contato com o meio social

cachorro preso em gaiola

De fato é uma situação caótica quando um cão não aceita as visitas na casa, essa aversão aos desconhecidos ou propriamente crianças pode ter se dado ao decorrer de sua criação. Quando ainda filhote, um cão é bem mais receptivo a novas amizades do que quando já adulto, por isso, quando o filhote tem uma criação isolada de outras pessoas além da família e o dono, ele tende a apresentar desconfiança em contato com qualquer outro indivíduo fora de seu cotidiano.

Quando um cão tem aversão as crianças em específico, esse sentimento pode ter sido causado pelo costume inocente em que as crianças têm de apertar, abraçar e agarrar os cachorros. Que, como citado acima, por não estarem receptíveis acabam reagindo de forma agressiva para afastar o que é estranho, suspeito e incomum para o pet.

Para tentar resolver esse problema, experimente começar passeando mais com o cão. Leve-o à praça e locais públicos para ter contato diretamente com desconhecidos e deixar de lado esse comportamento antissocial e agressivo. Introduzir o cachorro na sociedade mostrará para ele que os desconhecidos são confiáveis assim como seu dono e não há motivos para a desconfiança ou agressão.

#3 Dor ou desconforto

cachorro agressivo machucado

Se seu cão não costuma agir assim, mas não obedece mais seus comandos e age com agressividade, então ele pode estar sentindo dor. Quando não há explicação para os atos irracionais do cão, o melhor a ser feito é buscar pela ajuda veterinária. O cachorro pode estar com alguma lesão ou doença que cause desconforto, fazendo com que ele aja irracionalmente, rosnando e mordendo qualquer um que se aproxime.

A dor é uma causa especialmente comum da agressividade em cães. Possíveis causas da dor são: artrite, tumor, lacerações, fraturas, doenças da tireoide, doenças cerebrais e raiva.

O mais indicado é procurar um profissional qualificado e seguir todos os procedimentos.

#4 Medo e insegurança

cachorro agressivo com medo

Seu cão pode se comportar de maneira suspeita e agir involuntariamente. Ele pode estar se sentindo exposto a alguma situação em que deve estar preparado para o ataque.

Algumas atitudes suspeitas: ficar quieto e rígido, rosnar, rosnar expondo os dentes, morder e movimentos de recuo. Isso significa que ele se sente ameaçado e pode atacar a qualquer momento.

É preciso tomar cuidado com cães agindo assim pois eles podem ser involuntários, podem parecer recuar mas atacar a qualquer momento. Por isso, evite a agressividade. Caso seu cão tenha comportamentos dessa forma, não bata ou grite com ele, se você reagir de forma também agressiva, confirmará a suspeita dele e isso aumenta as chances do ataque.

Seu cachorro pode estar passando por um processo de confiança, seja amigável, chame ele carinhosamente, quando ele reagir de forma positiva o agrade com carinhos e petiscos.

#5 Relação de dominância

cachorro agressivo dominante

Cães tendem a possuir maior apreço por certos objetos ou pessoas, mas isso se torna prejudicial quando ele se torna agressivo por sentir ciúmes.

Esse é um caso bem comum para cadelas que dão a luz e assumem a posse de seus filhotes, intervindo com agressão a qualquer um que ameace tocar ou chegar perto da cria. Ela age assim para mostrar que ela é a guardiã dos filhotes. O mesmo pode acontecer com a relação entre o dono e o filhote, um cão pode sentir ciúmes de outras pessoas se aproximando de seu dono e agir com agressividade para impedir isso.

Para solucionar este problema, procure dar mais atenção para o cachorro possessivo, mostre que ele deve lhe obedecer através de ensinamentos e treinamentos simples. Essa carência do cão também pode se dar pela saudade, então, é viável estar mais com o cão. Brinque com ele sempre que puder e dê toda atenção requerida.

Quando ocorrer a ação possessiva por um brinquedo ou objeto em específico, dê outros brinquedos para que ele não foque apenas em um e alimente esse ciúme seguido de agressão.

Portanto, passe a observar mais seu cão e descubra o motivo de ele estar agindo de forma agressiva. Caso não consiga tratar o problema sozinho, procure pela ajuda de um treinador/adestrador, alguém que seja qualificado e possa te auxiliar nessa jornada.

Em todo caso, é valido fixar a importância de ter todas as vacinas caninas em dia para se prevenir de um ataque seguido de mordida e evitar danos futuros.

Você tem enfrentado problemas comportamentais com seu cachorro?

  • Xixi e cocô no lugar errado
  • Destruição de objetos
  • Latidos em excesso
  • Agressividade
  • Pulos incontroláveis
  • Entre outros

Se você deseja dar um basta nestes comportamentos indesejados clique no link a seguir e saiba como: Quero saber agora!

Comportamento

Atualizado há 3 semanas
Sua assinatura não pôde ser validada.

Receba conteúdo e dicas exclusivas

Preencha os campos abaixo e mantenha-se atualizado.

Tudo certo. Em breve você receberá as melhores dicas para cuidar melhor do seu cãozinho.

Escreva seu comentário

Veja Também

O Gestor Animal é o lugar certo para solucionar todas as dúvidas sobre cães!

facebook gestor animal instagram gestor animal rss gestor animal